É uma forma de ajudar as pessoas a lidarem com uma série de conflitos psicológicos ou dificuldades emocionais. Algumas vezes, nos sentimos tristes, irritados ou ansiosos em níveis desproporcionais, e acabamos tendo diversas áreas de nosso cotidiano afetadas. 
Nossos relacionamentos afetivos e profissionais ficam comprometidos quando não estamos nos sentindo bem, e nossa autoimagem é uma das primeiras a serem prejudicadas. Isto acarreta em uma diminuição de nosso bem-estar. O ambiente da terapia é acolhedor, e a postura do especialista será objetiva, neutra e sem julgamentos.
A psicoterapia também pode ser uma alternativa para nos conectarmos com nós mesmos. Isso fortalece a saúde mental, construindo um estado preventivo ao adoecimento emocional.   
A seguir conheça algumas abordagens psicoterapêuticas.

Também conhecida como TCC, considera que o ser humano é um resultado de aprendizagens. A abordagem foca então nos processos cognitivos, nas formas de pensamento, entendendo que os pensamentos distorcidos geram os sintomas e consequentemente levam o indivíduo ao adoecimento. Assim, o terapeuta busca  auxiliar o cliente a fazer uma avaliação mais objetiva e realista das situações e também trabalha a partir do treino de habilidades e de novos comportamentos, com técnicas direcionadas.

A Psicologia humanista considera que toda pessoa tem capacidade de crescimento e desenvolvimento. O indivíduo é considerado um ser único, responsável por sua própria experiência, capaz de se tornar ciente de seus próprios recursos; se desenvolver, alcançar a autorrealização e descobrir todo o seu potencial. Então, o papel do terapeuta é criar um ambiente acolhedor e empático em que o ser humano possa se desenvolver na direção em que ele escolher e para que ele possa ser realmente quem é. 

A psicanálise é um modelo investigativo que busca, a partir de técnicas, promover uma forma melhor de lidar com o sofrimento inerente ao ser humano. Um tratamento psicanalítico não é exclusivo para cuidar de adoecimentos, podendo ser uma boa ferramenta para quem deseja se conhecer melhor e descobrir novas perspectivas.

Esta abordagem compreende o desenvolvimento humano sobre a perspectiva da  complexidade. Considera o indivíduo parte de sistemas e co-responsável pelas inter-relações no âmbito familiar ou organizacional.
A comunicação é considerada um fator-chave no trabalho sistêmico.

Fale brevemente sobre seu interesse no processo terapêutico